A Culpa é das Estrelas

fevereiro 26, 2016

a_culpa_e_das_estrelas_britanicred
O post de hoje é sobre um dos livros mais comentado no ano de 2014 (se não me engano). Confesso que demorei um tempo até decidi que iria comprar, e por mais que eu tenha demorado para ler, não me arrependo. Eu realmente tive um pouco de desistência ao continuar a leitura, por achar a escrita um pouco cansativa. No entanto ao conhecer um pouco dos personagens, voltei atrás e continuei. O livro foi traduzido pela Editora Intrínseca, autor John Green. Tem 288 páginas.

No livro conhecemos Hazel, uma jovem de 16 anos com Câncer. Hazel é meio solitária e vive em seu mundo, Hazel é uma adolescente mais fechada, mas que sua mãe insiste que tenha uma vida de adolescente normal. No começo, confesso, achava a Hazel bem antipática, mas me identifiquei com ela, e devo dizer que até gostei dela.

Logo no inicio conhecemos Augustus, 18 anos, como dizem no livro, um vencedor. Gus tinha cancêr, mas para sua cura, teve que amputar uma perna, pelo que entendi. Ele é um rapaz encantador e com um humor maravilhoso. O seu humor foi o que me conquistou, também me surpreendi pela forma como ele aborda sua amizade com a Hazel, mas não hesita em conhecê-la mais ainda.

Na história iremos nos aventurar pelo sonho de Hazel, conhecer o autor do seu livro favorito. No começo, ambos são questionados já que ela por mais forte que seja, uma viagem internacional poderia agravar sua saúde. O destino era um sonho Amsterdam, e eu confesso que fiquei interessada em conhecer essa cidade depois de ler o livro. Nunca me interessei em ir a Holanda, mas a forma como ela foi descrita no livro me deixou encantada.

No começo estava ansiosa para conhecer Van Hausten, autor do livro "Uma Aflição Imperial". Confesso que me interessei pelo livro também. Ambos embarcam em uma aventura romântica e fofa. Após o primeiro dia deles em Amsterdam, em sua viagem eles conhecem a casa de Anne Frank, e muitas outras coisas acontecem, tanto boas como ruins.

Nesse livro conhecemos uma história de amor e superação, Gus é um dos personagens mais forte e com caráter que conheci e me apaixonei. O que eu não gostei muito do final, pois querendo ou não, me lembrou "Um amor para recordar", está certo que eu só vi o filme, mas me lembrou muito. Em si, o livro é bom, porém a leitura é um pouco cansativa (como já mencionei), acho que foi por isso que eu demorei quase 1 mês para terminar ele, mas em si, o livro é ótimo e eu recomendo para quem quiser ler.

Claro, ao ler o livro podemos conhecer vários lados dos personagens, principalmente o quão eles superam seus desafios mesmo todos achando que eles não podem. Cada pessoa pode reconhecer uma mensagem, eu mesma tirei a minha própria conclusão e tornei esse livro como uma pequena inspiração para minha vida e carreira.

xoxo!

PS: Eu li faz um bom tempo, e até já saiu o filme. Compensa ler o livro primeiro e depois ver o filme, senti falta de algumas cenas que tem no livro!



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários